sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Paleta de cordeiro harmonizada com vinhos e Gre-Nal

Domingo é dia de futebol e de churrasco. E nada melhor que um Gre-Nal e um churrasco de cordeiro.
Infelizmente, eu não tenho churrasqueira em casa, então meu churrasco foi de forno mesmo. E infelizmente, o Gre-Nal terminou empatado.

Nesse primeiro post vou falar sobre o prato e no próximo falarei sobre os vinhos e a harmonização.

Essa minha receita não tem grandes segredos e cada um pode mexer na receita dependendo do gosto e da disponibilidade dos ingredientes. Vamos começar por eles:
- 1 paleta de cordeiro;
- 800 g de batata inglesa;
- 2 cebolas roxas médias;
- 1 e 1/2 xícara de vinho tinto;
- 1/2 xícara de aceto balsâmico;
- 1/2 xícara de azeite de oliva;
- 2 colheres de sopa de alho picado;
- 2 colheres de sopa de açúcar mascavo;
- sal;
- pimenta do reino;
- noz-moscada;
- louro;
- manjericão;
- manjerona;
- tomilho;
- alecrim;
- sálvia.


A receita começa a ser feita na véspera, primeiro esfregar o açúcar mascavo na carne e deixar repousar um pouco para "pegar". Depois temperar a carne com sal, a pimenta e a noz-moscada moídas na hora.
Com a paleta já colocada na assadeira que será usada para o preparo, fazer alguns cortes na carne e colocar os temperos verdes, espalhando o que sobrou junto com o alho picado por cima da paleta.


Descascar as cebolas, cortar em 8 partes e colocar junto na forma. Regar a carne com o vinho, o aceto e o azeite de oliva.
Proteger com filme plástico e colocar na geladeira por no mínimo 12 horas, regando umas 2 vezes a carne com o caldo.


Pré aquecer o forno em fogo alto por meia hora antes de colocar a paleta. Baixar para fogo médio alto e colocar a carne por 1 hora e meia. Lavar as batatas, cortar em rodelas grossas (1 dedo) com casca e colocar na forma, virar a paleta e deixar assar por mais 1 hora (ou até as batatas estarem cozidas).


Em resumo é isso pessoal, 24 horas antes do almoço (ou da janta) coloca a carne na forma, coloca todos os temperos, rega com os líquidos e guarda na geladeira. No outro dia, esquenta o forno e coloca a paleta para assar! Essa é a parte difícil, mas o que vem a seguir, comer a paletinha harmonizada com um bom vinho, compensa!


P.S.: se você ficou com água na boca, estou feliz, consegui vender a ideia da receita!

2 comentários:

  1. adorei o blog e a receitinha bem humorada, bjs e saudades de ti...

    ResponderExcluir
  2. Obrigado! Beijos e saudades de ti, também!

    ResponderExcluir